Venda de Computadores despencou 38% no segundo trimestre.

Segundo o Jornal Folha de São Paulo.

A comercialização de computadores pessoais continua em declínio acelerado no Brasil e encolheu 38% no segundo trimestre em relação ao período correspondente no ano passado, segundo um relatório divulgado nesta segunda-feira (14) pela empresa de pesquisa IDC, que disse que os números foram abaixo de suas estimativas.

A firma diz que 1,64 milhão e PCs foram vendidos, entre os quais 600 mil computadores de mesa e 1,04 laptops. Ambas categorias apresentaram variação semelhante: 41% a menos para os desktops, e 37% entre os notebooks.

O resultado fez com que o Brasil descesse da sétima para a oitava posição entre os maiores mercados de computador no mundo, no levantamento da IDC.

Os consumidores estão “cautelosos”, evitando se endividar, não só na compra de computadores, mas com bens duráveis como um todo. Nem as datas comemorativas, como o Dia das Mães no segundo trimestre, têm aumentado as vendas desse tipo de mercadoria no país.
Para Pedro Hagge, analista da IDC, o terceiro trimestre pode ter melhores resultados, já que deve haver promoções para PCs relacionadas à Black Friday (apesar de a data estar marcada para o quarto trimestre, no dia 27 de novembro).

Bem, eu acredito que a tendência será os consumidores voltarem a recorrer as Assistências Técnicas para reparar seus produtos eletrônicos.

Devido à alta dos Juros hoje está compensando mais reparar o aparelho antigo do que comprar um novo.

Deixe um Comentário

Translate »